A difícil missão de escolher o nome do filho!!

Gael

Hoje vou contar como surgiu nosso ‘Gael’.
Desde que me descobri grávida eu sabia que era um guri. Não sei porque, não sei como, mas eu sabia que dentro de mim tinha um gurizão, e sempre que os palpiteiros me diziam: ‘acho que é uma menininha’ eu largava na lata: ‘não! É um menino’!! **Se fosse menina iria ficar com a cara no chão de vergonha, por que eu sempre enchia a boca pra dizer: ELE!!

Pois bem, confirmado que realmente se tratava de um menino, fomos em busca de nomes… Nunca na vida eu imaginei que fosse tão difícil escolher o nome de um filho!!
Nossa, é uma responsabilidade enorme. Imagina que ali tem um ser humano que vai carregar o nome que tu escolheu o resto da vida dele… Gente, isso é muita responsabilidade, é uma pressão enorme!!

Bom, vocês devem ter percebido que sou meio… fora do convencional, digamos assim. Eu gosto de tudo que é diferente, e modinhas, tendências e senso comum não são pra mim. Não estou criticando quem gosta de tendências, ok? Só estou dizendo que EU não sou assim.

O maridão é meio #porraloca também (#nãoparecemaisé), então, nada mais ‘comum’ do que escolhermos um nome incomum para nosso filho.

Mas a missão era complicada, bem complicada, e a nossa lista de exigências só fazia a pressão aumentar. *Não queríamos um nome difícil, um nome que nosso filho fosse aprender a falar e escrever só ‘com quase 10 anos de idade’.
*Queríamos um nome fácil, de preferencia curto, que não desse margem para aqueles apelidos maldosos (principalmente na escola, visto que as crianças são muito criativas pra isso rsrsr);
*Não queríamos um nome comum;
*Não queríamos um nome popular;
*O nome tinha que ficar em harmonia com o sobrenome;
*Nós dois tínhamos que gostar do nome e concordar 100% que aquele era o nome escolhido. Pouca coisa, né? #sqn

Decididos os critérios fizemos uma lista com todos os nomes que gostávamos, e acreditem, com toda essa restrição, a lista ficou bem grande, tinha mais de 20 nomes. O marido lê muito e era uma fonte quase inesgotável de ideias rsrsrsr. Daquela lista fomos eliminando, eliminando… até que restaram só 5 nomes. Os principais critérios para eliminação foram a fonética e a grafia.

Mas como chegamos no Gael?  Bom, foi totalmente por acaso, e sabe aquela lista com mais de 20 nomes que citei acima?? Pois é, Gael não estava nela…
Certo dia (ainda não sabíamos que nome dar ao  guri), eu estava sentada no sofá e o maridão lavando a louça, quando de repente ele me olha e diz: – ‘Nana, já sei que nome… “Gael”! Oque tu acha? Eu inventei agora’.
Eu olhei pra ele e ri, achando que ele estava brincando, mas não… ele estava convicto de que realmente tinha inventado o nome kkkkk,  mas eu sabia que o mesmo já existia (Gael Garcia Bernal é um ator bem conhecido 🙂 ). Expliquei a ele que esse nome já existia, rimos um pouco, mas mesmo assim gostamos da ideia e ficamos com esse nome na cabeça.

Ainda não tínhamos certeza de nada, e a lista já estava reduzida a 3 nomes, agora com Gael nela 🙂
Por ultimo, ficamos em dúvida entre Khal, Noah e Gael (na real o maridão não estava tãããõ afim de Noah, mais era eu que estava e queria convencê-lo a aceitar). Eliminamos os outros 2 por causa da grafia, porque como falei, não queria um nome que fosse difícil e nem um nome que ele tivesse que soletrar a cada vez que falasse. Noah certamente ele precisaria soletrar 9 em cada 10 vezes por causa do H. Khal então… nem se fala, precisaria soletrar 11 vezes a cada 10 que falasse kkkkkk. E assim, depois de duas semanas de indecisão… escolhemos Gael.

Durante o período que ainda estávamos ‘nas eliminatórias’ nós falávamos os nomes em voz alta, escrevíamos o nome completo para ver como ficaria a grafia e a harmonia do nome inteiro. Por diversas vezes falamos com ele na barriga citando os nomes escolhidos, e também falávamos as situações: -‘Como será quando o —–nascer?’ / ‘vem aqui ——‘ / ‘vai ali no quarto do —– e pega uma fralda’, entre outras.#ficadica.
Fazíamos tudo isso para ver as situações que ele iria viver no futuro, pois tínhamos muito medo de errar, de fazer uma má escolha, por isso fomos muito cautelosos para tomar essa decisão.
Depois que decidimos que seria Gael ainda demoramos umas duas semanas para nos adaptar. Aquele serzinho que antes era chamado apenas de filho, ou de guri, ou de bacura, agora tinha nome. Um nome estranho, um nome diferente, mas um nome que foi muito pensado pra ele.
Apesar de hoje em dia a gente ver mais ‘Gaéis’ por aí algumas pessoas ainda desconhecem esse nome, e volta e meia rola aquele: ‘hã??’ quando citamos o nome dele. Mas sei que fizemos uma ótima escolha, não me arrependo do nome que escolhemos para o #nossopedacinho e também não o imagino com outro nome. Gael se chama “Gael Lourenço Vidal”,  tem esse sobrenome a pedido do marido que queria muito que esse sobrenome permanecesse vivo e ativo na futura geração, já que ele é Adriano Lourenço Vidal, assim como seu Pai também era ‘Lourenço Vidal’, e seu Avô também. Gael é a quarta geração de ‘Lourenço Vidal’ até onde sabemos, mas pode ser que venha de bem antes 🙂

Ah, lembram que falei que não queríamos um nome popular?? Pois é, 2 meses depois que Gael nasceu começou uma nova temporada da novela ‘Malhação’, e qual era o nome do personagem principal??? Gael! #murri.

camila vidal

 

 

 

Anúncios

Marcado:, , , , , , ,

5 pensamentos sobre “A difícil missão de escolher o nome do filho!!

  1. Camila C. Baptista Duarte 22 de julho de 2018 às 13:31 Reply

    Oi! Preciso comentar aqui, pois me identifiquei muito contigo! Também estou grávida de dois meses e tenho plena convicção de que será um guri, meu marido tb! E já começamos a pensar no nome, e nossos critérios de escolha são praticamente os mesmos! E adivinha qual é nossa decisão? Gael! rsrsrs… assim que confirmar o sexo, já temos o nosso nome! Caso seja uma guria, ainda não entramos em acordo… me conta, como é a recepção do nome Gael por aí?

    Curtir

  2. Sâmylla 5 de novembro de 2016 às 15:33 Reply

    Meus nomes preferidos tbm são: Gael e Noah!!! Kkkkkk Odeio nome comum. E tbm quero Gael 😊

    Curtido por 1 pessoa

  3. camilafercavi 18 de março de 2016 às 16:56 Reply

    Xará, temos algumas semelhanças: Além do nosso nome ser o mesmo, também tenho um Gael de 7 meses e também quis morrer quando a Malhação lançou o protagonista, rsrs.

    Curtir

Deixe uma resposta para Gravidez Planejada Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: